Dormir Bem

Como dormir melhor na gravidez? Práticas essenciais para um bom sono

Todas as grávidas devem ter ciência de que quanto maior o bebê fica na barriga menos confortável é o momento do sono, por isso, o questionamento “como dormir melhor na gravidez?” é uma das grandes dúvidas que permeiam essas mulheres.

Dormir mal é um problema visto que, em sua maioria, mulheres na gravidez precisam dormir regularmente tanto por sentirem muito cansaço quanto para prosseguir saudável ao longo do período.

Dessa forma, a busca por estratégias que fazem com que o momento de descanso se torne muito mais proveitoso e aconchegante é uma excelente maneira de trazer mais bem-estar ao dia a dia.

Hoje, a FA Colchões trará algumas práticas que ajudarão as gestantes a ter um sono de qualidade. Acompanhe-nos neste post!

Importância de dormir bem na gravidez: mamãe e bebê saudáveis!

É fato inegável que dormir bem é extremamente necessário à vivência humana, seja por questões de desenvolvimento motor e cognitivo (no caso da infância), por promover maior bem-estar físico e psicológico e muitas outras vantagens.

No caso de uma gravidez, isso se torna ainda mais necessário, visto que são duas vidas usufruindo, em sua maioria, de um sistema corporal mais forte, ou seja, o da mãe. Dessa forma, a mãe precisa estar saudável para que o bebê se desenvolva bem.

É por isso que o sono é tão importante, é no momento de descanso que o corpo renova as energias, os hormônios atuam para o fortalecimento do organismo da gestante e do bebê. Um dos que mais se destaca é o HG, que protege o organismo e fortalece os músculos.

Ainda, tudo se equilibra, o que faz com que as necessidades de fome e fadiga (seja ela física ou mental) sejam aplacadas, evitando o ganho excessivo de peso e deixando a gestante mais desperta para realizar as atividades do dia a dia.

Entretanto, nem sempre é fácil alcançar o tão esperado descanso e isso se deve a algumas práticas incorretas ao longo do dia que podem ser prejudiciais. Por isso, é relevante manter uma série de pequenos cuidados que serão essenciais para se ter um bom sono.

  1. Tire vários momentos para descansar

Pode parecer algo de pouca importância, mas, para as mamães que podem parar, principalmente em estágios mais avançados da gravidez, é essencial tirar vários momentos de descanso. Uma das coisas que auxilia isso é o fato de que, no geral, grávidas se sentem mais cansadas.

É normal ter inchaço nas pernas e nos pés devido a um maior fluxo de sangue e retenção de líquido, isso pode trazer muito desconforto, principalmente no momento de dormir. Em casa, aproveite um tempo sozinha para deitar e colocar os pés para cima, de preferência em almofadas mais altas.

Caso ainda esteja trabalhando, nos intervalos e horário de almoço, é essencial encontrar um espaço adequado para, pelo menos, sentar e colocar os pés para cima. Levar uma almofada para apoiar as costas na cadeira também é uma boa estratégia para evitar dores na coluna.

  1. Durma cedo

Isso não é um exagero! Para os adultos, a quantidade de sono ideal por noite deve ser de 7 a 9 horas, isso dependendo da rotina, alguns precisam de mais outros menos. No caso das grávidas, esse tempo aumenta entre 10 e 12 horas. É uma grande diferença, não? Mas isso se deve, é claro, pelas mudanças hormonais e do organismo.

Por isso, manter uma rotina regrada quanto à hora de dormir é uma excelente maneira de encontrar um descanso de qualidade e acordar no outro dia se sentindo bem. Procure adormecer antes das 22 horas.

Caso sinta dificuldades em fazer isso, experimente reduzir o tempo passado em eletrônicos, como televisores, celulares ou computadores. Esses itens podem provocar insônia e diminuir o tempo de descanso, porque pode acontecer do entretenimento estar mais interessante do que dormir e deixar o corpo agitado.

  1. Hidrate-se bem

Uma das coisas mais comuns de se acontecer é o corpo da gestante inchar. Isso acontece, em sua maioria, pelo acúmulo de líquidos.

Por isso, é importante ingerir uma quantidade boa de água e de outros líquidos que têm características nutritivas, como isotônicos com pouco sódio, sucos naturais (quantidades moderadas) e chás.

Isso ajudará a fortalecer o organismo e manter tanto o bebê quanto você bem hidratados. Por isso, ter uma garrafinha de água ao alcance é sempre um ótimo hábito a se manter.

Entretanto, é importante frisar que isso também deve ser feito de maneira moderada, visto que o útero comumentemente pressiona a bexiga, aumentando a vontade de ir ao banheiro. Ao longo do dia, não há tantos problemas, mas deve ser evitado principalmente antes de se deitar.

  1. Tenha uma dieta rica em vitaminas e minerais

Quando se está grávida, é comum que desejos por coisas mais gordurosas e com açúcares se faça presente. Com exceção, é claro, de vontades mais diferentes que só o organismo entende.

Entretanto, refeições com alto teor de gordura e açúcar podem demorar mais a serem digeridas. Por isso, consumir alimentos que mantenham o corpo nutrido é de extrema importância tanto para a mamãe quanto para a criança. Legumes, verduras e outros alimentos com bastante vitaminas e minerais são recomendados.

Além disso, deve-se evitar o sal em excesso, pois ele também aumenta o inchaço, tornando difícil ter uma noite de sono mais tranquila. Também é válido dizer que, antes de dormir, o mais indicado seriam refeições mais leves, principalmente para não causar desconfortos e enjoos.

  1. Evite a cafeína

Alimentos e líquidos com alto teor de cafeína atrapalham muito a se conseguir um descanso completo e tranquilo. Mesmo que seja difícil viver sem aquele cafézinho ou alimento favorito, é importante evitar. Coisas como café, chá preto, refrigerantes e chocolates devem ser evitados.

Se for muito difícil, procure sempre por marcas que sejam descafeinadas e com pouco ou zero açúcar, e tente não as consumir antes de dormir. Assim, a vontade não fica tanta e o seu sono não é afetado.

  1. Pratique exercícios leves

Exercícios são muito importantes para o bom funcionamento do corpo. Na gravidez, eles são necessários também. Se o médico responsável pelo seu acompanhamento autorizar, o que é comum, menos em questões de risco para a mãe e o bebê, procurar alternativas que sejam saudáveis e leves é importante.

Geralmente, é mais comum que as gestantes pratiquem alongamentos ou modalidades como ioga e pilates. Esses ajudam tanto a deixar o corpo saudável quanto treinam a mãe para o parto natural, se isso for de vontade dela.

  1. Tenha uma boa suplementação

É normal que o(a) obstetra indique alguns suplementos para inserir na rotina, seja para repor os que faltam ou para evitar essa falha. Por isso, não deixe de consumir caso for receitado.

Alguns tipos, como o ômega 3, são ótimos para fazer com que a gestante durma melhor, pois regulam a pressão sanguínea, melhoram as funções arteriais e cardíacas e trazem muitos outros benefícios!

  1. Consuma calmantes naturais

A contraindicação para líquidos com cafeína é justificável, por isso se deve evitá-los. Mas isso não se classifica para os calmantes naturais, ou seja, chás de ervas calmantes que são incríveis para consumir antes de dormir. Algumas opções são:

  • alfazema;
  • camomila;
  • capim-limão;
  • cidreira;
  • erva-doce.

Além de acalmarem o organismo, também oferecem nutrientes para um bom desenvolvimento do bebê e para o bem-estar e saúde da mãe.

  1. Tenha um bom colchão

Um dos itens que mais afeta o sono, dando qualidade a ele ou o tornando ruim, é o colchão. Ter um colchão que seja adequado para sua necessidade é uma das primeiras coisas que se deve pensar quando se adquire um.

Na gravidez, isso se torna ainda mais necessário. E não se engane pensando que o modelo mais macio é o mais indicado. Esse tipo de colchão pode sobrecarregar a coluna da grávida, já sobrecarregada por carregar o seu peso e por sustentar a criança no ventre.

Os modelos mais indicados são o firme e o extra-firme, o primeiro sendo o melhor, isso porque impedirão que a coluna e lombar fiquem tortas e oferecerão a estabilidade necessária ao corpo.

  1. Invista nos travesseiros

Como já dito, quanto mais avançada está a gestação mais difícil se torna dormir. Isso se dá porque a barriga começa a crescer, pesando para a mamãe. Por isso, investir em almofadas e travesseiros macios que aconchegam o corpo é uma excelente estratégia para dormir melhor.

O mais indicado é que a gestante durma de lado, por isso ter um travesseiro para abraçar, outro entre as pernas, um embaixo da barriga e outro para acomodar a cabeça fará com que deitar se torne mais confortável, consequentemente permitindo que o sono seja melhor.

Caso não tenha tantos travesseiros em casa, é possível adquirir modelos compridos e fofos que podem ser usados no meio da perna e para abraçar ao mesmo tempo.

Pode parecer muitas coisas, mas são hábitos fáceis de se adquirir e ter no dia a dia. Isso permitirá que as mamães fiquem ainda mais confortáveis e desfrutem de uma gravidez com todas as vantagens possíveis!

O que achou do conteúdo? Para saber mais sobre assuntos referentes a um bom sono, colchões e muito mais, não deixe de nos acompanhar!

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo