Dormir Bem

Cores para quarto: como os tons do ambiente influenciam no seu sono!

Que o ato de dormir é um dos mais importantes da vida, sempre falamos. Para ter uma mente sã, para render no dia a dia, realizar as atividades, entre outras coisas, ter uma noite de sono que seja satisfatória é extremamente necessário.

Existem muitas coisas que podem influenciar o sono, tanto para o lado negativo quanto para o positivo, e as cores são algumas delas. Você sabia que deve escolher boas cores para o quarto? Pois é, elas têm o poder de interferir, ajudando a pessoa a dormir mais ou menos, dependendo do tom que o quarto possui em destaque.

Quer escolher a cor para quarto ideal? Então, acompanhe o post, vamos mostrar quais têm o poder de acalmar o corpo e a mente e quais podem deixar o organismo mais desperto. Vamos lá!

Cores para quarto: como elas podem atuar no sono? FA explica!

Tudo ao nosso redor tem o poder de nos influenciar. Seja um perfume de flores, o som da chuva, risadas de crianças, a brisa em nosso rosto ou a cor de objetos. Pode parecer estranho, mas os tons são uma das maneiras mais fáceis de nos induzir a fazer algo.

Sabe as companhias de fast food? Suas marcas, quase sempre, contém cores fortes, como o vermelho, o amarelo, azul e, até mesmo, o preto. Tudo isso tem um porquê! Isso se chama psicologia das cores que, basicamente, demonstra como nosso cérebro reage diante do que capta de maneira visual.

Dito isso, matizes fortes como o vermelho e o amarelo, por exemplo, estão ligadas à fome, ao consumo e por isso são bastantes usadas em ramos alimentícios. É muito comum entrar em um restaurante e ter esses tons.

Com o sono, isso funciona da mesma maneira. Há cores que relaxam, colocando o corpo em um estado tranquilizador, e outras que despertam o cérebro, tornando-o ativo e apto para receber novas informações, como comprovado por Johann Wolfgang Von Goethe, o alemão responsável por criar a teoria das cores.

Como uma área importantíssima da qualidade de vida, diversos estudos são realizados anualmente sobre o sono. Em alguns deles, foram e ainda são descobertas cores que podem influenciar esse mundo complexo que é o dormir.

Podemos pensar como um tratamento, uma terapia, ou a cromoterapia, para ser mais pontual. A cromoterapia tem sido muito usada, o poder de cura delas é algo surpreendente. E não pense que é uma técnica nova, ok? Sua origem, conforme dizem os estudiosos, é das antigas civilizações.

Cromoterapia: o que é e quais sensações pode trazer

Como já dito, a cromoterapia é um método de tratamento que utiliza a influência das cores, das sensações que elas podem promover. Ela tem sido cada vez mais usada para tratamentos contra insônia, pesadelos, entre outras coisas.

Nela, cada cor tem o poder de transformar o ambiente e transmitir determinadas “mensagens”, desde as mais fortes às suaves. Confira sobre as mais comuns:

Cores positivas para o sono

As cores relaxantes, que influenciam positivamente, são aquelas que estão mais próximas do azul e do verde, mas com tonalidades frias e mais claras, como os tons pastéis. É possível fazer um jogo de tons quando for decorar o seu quarto, colocando objetos mais escuros e outros mais claros, mas sem esquecer que eles não podem ser muito fortes.

O azul é uma das mais favoráveis ao sono tranquilo, pessoas que têm quartos dessa cor podem dormir bem até 8 horas por noite. A cor é muito ligada a sentimentos de paz, calma e tranquilidade, sendo captada pelo cérebro e suas informações viajam até o sistema nervoso.

É muito comum encontrar o azul em locais indicados para descanso ou que as pessoas precisam ficar calmas, como salas de espera, consultórios médicos, entre outros.

O mesmo acontece com o verde. Os tons claros de verde podem passar sensações calmantes, relaxando a mente e o corpo para que eles descansem em sintonia, além de transmitir cura e diminuir o estresse. Em hospitais, ela é muito encontrada, principalmente na ala dos pacientes.

Pode parecer curioso, mas tons amarelos pastéis podem ajudar a dormir melhor também, desde que bem equilibrados com o branco, por exemplo, nos ambientes. Eles passam aconchego, relaxando o corpo agitado do dia a dia, além de passar muita segurança. Com ela, é possível dormir até 7 horas e 30 minutos por noite.

Cores negativas para o sono

Os tons dessa seção não são adequados, pois proporcionam reações negativas ou de muita agitação para as pessoas, seja em questões emocionais ou físicas.

O vermelho encabeça a lista das que não são adequadas para pintar um quarto ou ter objetos em grandes quantidades. Isso porque é uma cor forte que remete ao vigor, a vitalidade, assim a cabeça pode não desligar. Ela também pode gerar sentimentos de irritabilidade, baixando a qualidade do sono e, consequentemente, o tempo dele.

Tons terrosos como o marrom escuro também não são aconselhados, porque eles estão muito ligados ao sentimento de perda e tristeza. Assim, nossa cabeça não se sente confortável e induzida a entrar em um estado profundo de inconsciência se o ambiente tiver predominância dessa cor.

E uma que muitas pessoas não imaginam, pois pode ser classificada como a cor favorita de muitos, é o roxo. O tom é muito ligado à concentração, ao conhecimento, estimulando a mente, por isso dormir em um ambiente com sua predominância é sinônimo de noite agitada de muitos sonhos e, até mesmo, pesadelos.

Um quarto completamente branco também não é o mais indicado. Paredes brancas, móveis brancos, roupas de cama e cortinas brancas, mesmo sendo um tom neutro, é muita informação. O branco pode causar desconforto visual e deixar o cérebro agitado.

Em filmes, é muito comum vermos celas solitárias completamente brancas, isso quer dizer muita coisa, não acha?

Ah, mas então não vou poder um quarto branco ou um roxo ou um rosa do jeito que eu quero?, bem, a questão não é tão preto no branco assim, é claro que você pode ter seu quarto com essas cores, o fato é que elas podem interferir no seu sono.

Para diminuir essa influência, é indicado fazer mesclagem com os tons mais calmantes para ter um ambiente legal e que combine com os seus gostos. Não é só a cor das paredes do quarto que podem ser trabalhadas, mas móveis, objetos decorativos, entre outras coisas.

É possível, também, mesclar as luzes. Fitas de LED permitem que muitos tons sejam escolhidos, assim como lâmpadas brancas e amarelas, basta criar um ambiente que te deixe confortável e te induza a momentos de relaxamento adequados.

O que achou da cromoterapia? É muito interessante conhecer mais um aspecto que influencia no nosso dormir, não é? Para mais curiosidades sobre o sono e muitos outros assuntos, acompanhe-nos semanalmente!

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo