Curiosidades do Sono

Dicas para dormir mais cedo

464

Saia da cama

Quando se deita na cama mas fica acordado, está a enviar a mensagem errada ao seu cérebro. “Você está basicamente a treinar o seu corpo para não dormir na cama, mas sim para ficar lá e não dormir”, diz Harneet Walia.

Se não conseguir adormecer em 15 ou 20 minutos, saia do quarto e tente fazer algo relaxante. Ouvir música, ler um livro ou tomar um banho são exemplos práticos disso mesmo.

Pratique ioga ou medite

É possível descontrair através da respiração. Basta concentrar-se nas partes do corpo onde sente expirações mais pesadas.

Tente outras técnicas de relaxamento

As técnicas mentais de distracção são uma solução para relaxar. O especialista Eric Olson explica que basta imaginar-se num lugar agradável e calmo, ou contar carneirinhos!

Fixar-se na sua insónia não ajuda em nada.

Controlar a ansiedade

Geralmente a insónia provém da preocupação. O cérebro ocupa-se com a ansiedade em vez de dormir.

Tente treinar o seu cérebro para gerir as preocupações apenas em horas apropriadas.

Não olhar para o relógio

Outra ansiedade muito comum está relacionada com o facto de estar constantemente a olhar para o relógio e a pensar que devia estar a dormir.

O stress e a frustração são emoções que impedem o seu corpo de relaxar e de adormecer. Vire o relógio para o outro lado ou não olhe para ele.

Atenção aos medicamentos

Os especialistas Eric e Harneet não aconselham medicamentos como primeira opção para aliviar as insónias.

No caso de optar por um medicamento para dormir, deve lembrar-se que uma das consequências é a sonolência.

Tornar o sono confortável

Na hora de dormir, certifique-se de que está concentrado nisso. Desligue-se das tecnologias, mantenha o quarto escuro e confortável.

Evite o consumo de cafeína, de álcool e de certos alimentos que lhe dêem energia, como o chocolate, o gengibre, comidas picantes e produtos lácteos (que podem dificultar a digestão).

Considere consultar um médico

Se as suas insónias são frequentes e prejudicam a sua produtividade do dia-a-dia, deve consultar um especialista.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo