Dormir Bem

Chá para a insônia: ervas calmantes para te ajudar a dormir

A nossa rotina cada vez mais acelerada e repleta de gatilhos estressantes pode ter consequências graves sobre a qualidade do sono. Para muitos, a hora de desacelerar pode ser complicada, e é justamente naquele período reservado ao relaxamento e à recuperação das energias que o cérebro entra em modo alerta, ruminando as preocupações do dia.

Você costuma ter dificuldade para pegar no sono? Sente que o sentimento de ansiedade e agitação aumenta com o chegar da noite? Pois saiba que os chás são aliados naturais e bastante saborosos que podem te ajudar a desconectar!

Os 5 melhores chás para uma boa noite de sono

Elencamos ervas baratas, acessíveis e com efeito calmante para te ajudar a vencer a insônia sem recorrer aos tratamentos medicamentosos.

Cada uma age à sua maneira, e vale a pena experimentar todas – afinal, cada organismo trabalha de acordo com particularidades específicas, e pode ser que você ainda não tenha encontrado o seu chá ideal. Olha só:

Chá de camomila

A camomila é uma antiga conhecida dos ansiosos e insones. Toda essa fama tem motivos: seu efeito de relaxamento possui evidências científicas claras, e está entre os mais potentes se comparado aos demais fitoterápicos.

O bioativo da camomila que estimula o sono é a Apigenina, a substância responsável pela cor amarela do miolo da flor. Ainda não se sabe ao certo como o composto atua no cérebro, mas estima-se que atue na modulação do Gaba, um neurotransmissor muito relacionado à indução do sono

Como fazer? 

Coloque de 1 a 3 colheres de extrato seco de camomila em 150ml de água fervente. Aguarde 5 minutos. Com a ajuda de um coador, retire o extrato e ingira seu chá em temperatura confortável para o consumo. Cuidado com a superdosagem! Ela pode prejudicar o seu sono.

Chá de erva-cidreira

Da mesma família do boldo, a erva cidreira possui forte ação calmante, e pode ser considerada um sedativo leve. Seu uso pode ser especialmente eficaz para os insones cuja dificuldade para dormir está relacionada a dores ou desconfortos estomacais, por exemplo, posto que ajuda na regulação do sistema digestivo.

Como fazer?

Lave as folhas frescas e corte-as em pedaços pequenos. Com a ajuda de um pilão, amasse as folhas levemente, para que os ativos possam ser liberados. Aqueça 100ml de água e coloque sobre as folhas amassadas. Após 3 minutos, retire as ervas e consuma.

Chá de passiflora, ou flor de maracujá

Estudos realizados em camundongos evidenciaram que a passiflora, substância encontrada no caule e nas folhas da flor de maracujá, possui ação direta sobre o início e a duração do sono.

Com atuação semelhante a da camomila, também modifica o trabalho dos neurotransmissores Gaba, e pode inclusive aumentar a duração do sono REM, a fase na qual consolidamos memórias e aprendizados.

Como fazer?

Adicione 2 colheres de folhas secas da passiflora em 100ml de água fervente. Após 5 minutos, retire as ervas e consuma. A ingestão da passiflora também pode ser feita por meio de cápsulas.

Chá de equinácea purpúrea

Nativa dos Estados Unidos, a equinácea purpúrea é uma florzinha arroxeada que se assemelha à camomila, com miolo alaranjado e pétalas levemente voltadas para baixo. Por suas características tão atípicas, se parece muito com a cauda de um cometa.

Sua ação sobre o organismo é muito completa, e por isso fica até fácil de esquecer que também é um ótimo calmante e estimulador do sono. Ela auxilia no sistema circulatório, fortalece a imunidade, é antibacteriana e antisséptica.

Como fazer?

Faça uma infusão da planta fresca utilizando 150ml de água aquecida, logo antes de entrar no estado de fervura. Abafe a infusão para que os ativos da planta sejam liberados. Depois de 5 minutos, seu chá estará pronto para consumir.

Chá de mulungu

A erva menos conhecida de nossa lista também é uma das mais poderosas para os insones. O mulungu é uma casca de origem brasileira que possui forte ação relaxante sobre os músculos, e mostrou efeitos até sobre os sintomas mais intensos da fibromialgia, por exemplo.

Como fazer?

Faça a fervura de 3 colheres da casca ralada em 150ml de água. Deixe ferver por 3 minutos. Ao finalizar, remova as cascas com um coador. Seu sabor não é dos mais agradáveis, mas pode ser amenizado com a adição da erva doce, stévia, alcaçuz ou mel. Evite usar açúcar, em especial o açúcar refinado.

Potencialize os efeitos do seu chá: faça um ritual de relaxamento

Os bioativos presentes nas ervas podem realmente ser o estímulo que faltava para que as suas noites sejam mais revigorantes. Mesmo assim, há outras maneiras de potencializar seus efeitos e espantar a ansiedade – e especial se a sua dificuldade de dormir estiver associada ao estresse do dia a dia.

Criar uma rotina noturna para desacelerar progressivamente até o relaxamento completo é mais que facilitar o sono. Isso significa que haverá um momento específico para o seu autocuidado, sem interferências ou agitação. Quer dicas para montar seu ritual? Confira:

  • Prepare seu chá sem utilizar seus aparelhos eletrônicos: experimente realizar uma tarefa de cada vez, sem usar seu celular ou ativar estímulos externos. Apenas faça seu chá e procure iniciar seu processo interno de desaceleração.
  • Diminua as luzes e se prepare para dormir: faça tudo o que você precisa antes de fechar os olhos para dormir. Assim, você manda sinais para todo o seu corpo de que é hora de desacelerar.
  • Consuma seu chá e realize uma atividade calmante: em um ambiente confortável, com um bom colchão e luzes amenas, consuma seu chá aos poucos e faça algo relaxante, como ler um livro ou escutar uma música calma. Sinta com atenção a temperatura, o sabor e o aroma da bebida. Concentre-se no momento presente. Se quiser, finalize com uma meditação.

Você não precisa viver com insônia! Procure ajuda

Os rituais de autocuidado, as técnicas de relaxamento e as ervas calmantes podem ser ótimas ferramentas para amenizar os efeitos da insônia, mas não substituem a ação de um médico. Procure a ajuda de um especialista e, se necessário, recorra aos tratamentos medicamentosos. Não há vergonha alguma em cuidar de si com as ferramentas que estão ao alcance.

Gostou do conteúdo de hoje? Nos comentários, conte pra gente como têm sido suas experiências em busca de um sono mais saudável! Vamos gostar muito de conhecer o seu ponto de vista.

Até o próximo post e bons sonhos!

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo