Curiosidades do Sono

6 curiosidades sobre o sono do bebê que você deve saber!

No início da vida, logo após o nascimento, muitos pais aprendem sobre a rotina de sono de seus filhos. Basicamente, a maioria acorda muito, seja para ser amamentada, para ser trocada, por cólicas e outras questões. Mas muito disso é normal, afinal as crianças estão se acostumando ao novo ambiente, cheio de sons, texturas e sensações diferentes do que se tinha na barriga.

Chegam as noites em claro, olheiras, dores e cansaço, o sono do bebê ora pode ser calmo, ora não. Mas conhecer algumas curiosidades vai ajudar a entender mais sobre o que pode causar cada reação e responder algumas dúvidas comuns de pais de primeira viagem. Essas também podem acontecer quando o bebê recém-chegado é muito diferente dos irmãos mais velhos quando estes estavam nessa fase.

A frase “Dormi como um bebê” é realmente adequada, sabendo de todas essas diferenças? Vamos apresentar informações essenciais para você entender a nova rotina do seu bebê, confira:

1. O sono dos bebês e dos adultos são diferentes

Pode ser meio óbvio, mas é essencial saber disso, sempre tem alguém que não tem certeza: os pequenos não dormem como os adultos. Normalmente, eles podem acordar a qualquer hora ou nem dormir muito, seja pela biologia, pelo costume e desenvolvimento, além de outras questões particulares.

É frustrante e os pais ficam cansados, dando sentido aos “avisos” que outros dão quando falam que eles não dormem bem mais desde o nascimento de seus bebês. É difícil sim, mas é mais uma questão de entender e tentar se adequar ao máximo na nova rotina.

Quando se tem um recém-nascido em casa, é importante saber que eles podem acordar meia hora depois de adormecerem. É claro que não é uma regra, os adultos podem deixá-lo em condições favoráveis de apagarem mais profundamente, mas é bom ter em mente que nem sempre funciona.

2. Os pais devem acordar o bebê quando necessário

Há bebês que se adaptam sem intervenção adulta ao dia, deixando seu relógio biológico bem ajustado, acordando quando é hora de mamar, mas outros não, cada dia acordam em um horário diferente, e é aí que reside o problema.

É necessário que os pais façam com que ele desperte quando for necessário, prestando atenção ao horário da amamentação, de dar banho, da troca das fraldas. O recém-nascido precisa se acostumar, precisa de rotina.

3. A hora da soneca é importante!

Antes do almoço, é importante que os bebês tenham a primeira soneca do dia. Assim, eles ficam mais descansados, acordam para serem alimentados e o resto do dia fica organizado. Lembre-se que quanto mais tempo eles demorarem para tirar a soneca o resto do dia também ficará atrasado.

Eles precisam dormir durante o dia, senão a noite ficam muito cansados e podem acabar dormindo a noite toda. Parece um sonho para pais que não dormem, não é? Mas a prática excessiva disso, de não deixá-los dormir suas sonecas, desregula todo o relógio biológico deles.

4. Os bebês acordam por diversos motivos

Não é de todo errado pensar que os bebês acordam porque estão com fome, isso pode acontecer sim, mas como seres humanos, assim como os adultos, eles precisam de outra coisa. Ele pode estar com dor, sentindo frio ou calor, acostumando-se ao ambiente e absorvendo novas informações.

Esse último é muito importante para o desenvolvimento dele. Segundo o Ministério da Saúde, é preciso conversar com os bebês fazendo contato visual, estimulando-os a reproduzir os sons. Então, se eles estão acordados e não estão com sono, já foram alimentados e trocados, interajam!

5. Olho fechado não significa sono profundo!

É comum os pais esperarem um pouquinho quando os bebês, finalmente, pegam no sono. Mas, às vezes, esse tempo não foi suficiente, então, enquanto tentam sair de fininho ou colocar o pequeno no berço, ele acorda e todo o ciclo se inicia novamente.

Eles oscilam entre o sono REM e o sono NREM, que é o mais profundo, a cada 45 até 60 minutos. Assim, como REM é mais leve, pode acontecer de acordarem. Sabe quando eles estão com os olhos vibrando e a respiração um pouco mais irregular? Então, estão ainda no estágio leve.

6. Eles precisam dormir no escuro

A luz é muito importante para o relógio biológico e rotina da criança. É importante mostrar que o dia é para ficar mais acordado e a noite é para dormir, para que ele distinga os dois estados.

A iluminação natural é ótima para ambientes em que ele fica bastante e, ao escurecer, os cômodos devem ficar mais escuros também. Assim, a melatonina fica bem regulada.

Você não sabe muito sobre o hormônio do sono? Nós temos um post que vai te ajudar a entender melhor, não deixe de conferir depois!

Você já conhecia essas curiosidades profundamente? É claro que não é uma regra inquebrável acontecer tudo isso, os bebês têm particularidades diferentes. Alguns são mais calmos e outros agitados, por isso agem de modo diverso.

Mas contribuir para que eles tenham um sono de qualidade é zelar pela saúde. Por isso, para conferir dicas sobre como dormir bem, estudos sobre o sono e mais, continue nos acompanhando!

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo